Vereador Júnior Geo se manifesta contra criação de bancadas religiosas na Câmara de Palmas

A proposta da criação da bancada católica foi feita pelo presidente da Câmara de Palmas, Folha Filho (PSD). Já a bancada evangélica foi proposta pelo vereador Filipe Martins (PSC).

No Tocantins, o vereador de Palmas – TO, professor Júnior Geo utilizou a tribuna da Casa de Leis nesta quinta-feira, 20, para discordar da criação da bancada católica. “Sou católico, filho, neto e bisneto de católicos, mas sou contra bancadas religiosas porque independente de religião, fui eleito para representar a sociedade”, argumentou Geo. A proposta da criação da bancada católica foi feita pelo presidente da Câmara de Palmas, Folha Filho (PSD). Já a bancada evangélica foi proposta pelo vereador Filipe Martins (PSC).

O parlamentar ainda justificou que seu posicionamento é o respeito a toda e qualquer religião.“Vivemos em um país laico.  Estamos em defesa do que é correto para a sociedade, fomos eleitos para fiscalizar ações do executivo, lutar por melhorias que beneficiem a todos e contribuam para o crescimento da nossa cidade”, explicou.

Para Júnior Geo, os vereadores podem e devem atuar em defesa da família independente de pertencer a bancadas segmentadas. “ Sou contrário à necessidade de criar uma bancada religiosa. Segmentar uma Câmara Municipal num país laico é questionável. Reafirmo meu respeito ao direito de cada vereador desta Casa optar pela criação de bancadas religiosas”,reforçou o parlamentar.

De acordo com o vereador Filipe Martins, o requerimento que pede a criação da bancada evangélica foi apresentado no plenário na sessão ordinário desta quinta-feira, 20.

Via JM

Related posts

Leave a Comment